Tag Archives: por trás do armário

Por Trás do Armário: Dia 22 e 23

23 abr

Feriado, calarão, despedida da mamãe, probabilidade de trânsito caótico e uma preguiiiiiiiiça de me arrumar, mas lá fomos nós ontem levar o povo para a rodoviária, sem um pingo de vontade, já que o que eu queria era que a mamãe ficasse mais.

Dia de folga das lentes de contato por isso os óculos, e também porque rolou um relax das makes. Além disso mais uma vez apostei na mistura de estampas bem de leve, listras, onças e xadrez, tudo em tons conversando e bem harmonioso. O cabelo? Coquinho pós piscina que foi a deliciosa despedida da mamãe.

Para completar a minha terceira e última compra do mês uma bolsa média, preta, estruturada, espaçosa e bem basicona. Vem ver…

DESAFIO-POR-TRÁS-DO-ARMÁRIO-DIA-22Blusa: Zara (foi minha primeira compra da vida na loja) Short: Forever 21 Tênis: Dani Villanova Bolsa: Zara Óculos: Lema 21

Dito e feito, na volta ficamos 2h no trânsito, quando já tínhamos perdido as aulas de inglês paramos no Shopping e ficamos por lá esperando até as 22:30h para o trânsito acalmar e ir para casa.

E aí você dorme e acorda com um dia completamente diferente do anterior, hoje amanheceu tudo completamente nublado e agora até está caindo uma garoinha, obaaaaa, dia perfeito para estrear duas peças novas: meu presente de aniversário que a mamãe me deu em Janeiro, e também o presente que ela me deu agora, assim fico com ela mais um pouquinho perto de mim. Com vocês as peças que tem a tendência de colar em mim e nunca mais sair o colete de “couro” e o colar de pedras. 

DESAFIO-DIA-23

Blusa: Animale Calça: Forever 21 Colete: Aquamar Colar: Aquamar Bolsa: Zara Sapatilha: Zara

A calça de onça foi só para não perder o hábito das estampas que não sai de mim, e porque quase nunca a uso, então bora desencalhar as peças que ficam paradas no armário e ter sempre novas opções.
foto 2-14

Então, básico sem ficar sem graça, e a terceira peça sempre ajuda a dar uma levantada e renovada, o que acham?

Meninas o desafio está uma delícia e está sendo ótimo ver a participação de vocês nos comentários e nas curtidas. Não esqueçam de se inscrever aqui no Blog para receber as novidades primeiro, e claro de contar para as amigas do nosso desafio. Também quero saber como anda o desafio da parte de vocês, alguém aí aderiu, já conseguiram diminuir o consumo?

Beijos.

Anúncios

Por trás do armário: Dia 21

21 abr

Hoje já teve look do dia aqui no blog, mas não poderia deixar de cumprir o desafio, últimos dias da mamãe por aqui e última passeada pelo shopping. Depois de muitos anos sem usar muitas estampas, ainda mais se fossem grandes, agora ando alucinada por elas, e confesso que mal fico um dia sem usá-las.

A escolhida de hoje era preta e branca, para fazer uma brincadeira coloquei uma blusa com as mangas de renda, e a bolsa azul a tira-colo, claro!

picstitch-3Blusa: Zara Short: Forever 21 Bolsa: Zara Sapatilha: Zara

(e foto com cara estranha porque o marido estava na maior pressa e não queria registrar)

A blusa tem um renda fora do comum, em formato de flores, e na verdade é quase uma batinha, mas presa por dentro do short ficou certinha no corpo. O short é meio de e super quentinho, gostei de brincar com as texturas, e acabou que rolou uma mistura de estampas também com a manga da camisa.

Agora vamos aquela polêmica de ontem, por que compramos aquilo baratinho que sequer temos com o que combinar? Tudo começou com a minha mãe, que veio para o Rio com uma saia que comprou numa promo, em conta, mas aí não tinha com o que usar, e passou o feriado todo atrás de uma blusa. E acontece que toda blusa que ela achava ou era muito mais cara do que a saia, e aí a pechincha acabaria saindo cara, ou não ficava tão boa assim a combinação.

Ontem, quando fui ao museu aconteceu a mesma coisa comigo, vesti uma calça que comprei na Forever 21 na inauguração, naquele preço baratex, mas quando fui pegar uma blusa percebi que nada ficava bom com a bendita calça. E agora?

A primeira dica é, se você já tem a peça seja ousada, não tenha preguiça de experimentar uma nova combinação, não se canse nas tentativas com o que já tem no armário, tire fotos, mande para aquela amiga com um bom senso de moda, tudo isso antes de correr para a loja mais próxima e comprar mais uma pecinha. As vezes nosso guarda-roupas está tão cheio que não conseguimos visualizar bem tudo o que temos e o que poderia combinar, por isso faça um garimpo aí mesmo no seu armário e só depois passe para a busca pelas lojas.

A segunda dica é para você que ainda não tem essa peça que não combina com nada, mas está prestes a entrar nessa furada… Antes de comprar saiba exatamente o que você já tem em casa, para não comprar algo repetido, e também faça uma combinação imaginária da futura peça com pelo menos 3 peças que você já tenha, para isso vale a pena sair da loja e dar umas voltas pelo shopping antes de fechar a compra. Assim fica mais fácil resistir ao impulso, não cair em tentação de comprar e depois encalhar a roupa porque não tem com o que combinar.

Agora se a peça for mesmo muito em conta e compensar 100% a compra, depois de pesar bem os prós e os contras, mesmo que não tenha nada que possa usar junto, comece procurando na própria loja em promo algo que combina, já que normalmente eles dispõem tudo combinadinho, e a vendedora sempre tem algo escondido na manga.

O que não vale é ficar com a peça baratinha encalhada ou então comprar uma outra muuuuuito mais cara – é o famoso barato que saiu caro.

– E lembre-se: Quase tudo combina com uma peça básica preta ou branca. –

Por trás do armário: Dia 19 e 20

20 abr

O dia 19 passou voando, e não teve look, explico: Fomos para a praia bem cedinho e ficamos por lá lagarteando no sol até tarde, depois disso só casinha e cama, nada de sair, por isso, fora o look praia, que não fotografei (deveria?), usei somente um bom pijama, que não se enquadraria por aqui! kkkk

Então bora pro dia 20: Hoje foi dia de almoço em casa feito pelo chef marido, que anda arrasando! Depois disso aproveitamos que ia abrir e corremos para o MAM – Museu de Arte Moderna para ver a exposição de Ron Mueck, aquele que faz as pessoas tão reais que dá até medo! Prometo contar tudo em breve.

Então o look era confortável e arrumadinho, e nada melhor do que a calça com modelagem sporty e uma camisetinha básica preta, tudo isso combinado com sapatilhas e minha bolsinha xodó do momento azul bebê!

picstitch-2-2Calça: Forever 21 Brasil Blusa: Zara Bolsa: Zara Sapatilha: Zara

Nada disso teria a mesma graça se não fosse a estampa da calça, que é étnica e sóbria, com a mistura das cores azul marinho e preto que amo, além do mais a bolsa em um tom de azul diferente fez toda a brincadeira na roupa básica. Um acessório que salva a prodú.

Snapseed

E sim, a bolsa é nova, como dei uma limpa na parte de bolsas ela ficou bem murchinha e resolvi dar uma renovada, essa com certeza uma boa aposta e vai ser muito usada, preparem-se para vê-la muito por aqui. Minha segunda compra em 20 dias, um recorde pra mim (que comprava todos os dias, confesso), mas prometo que no fim do mês mostro o saldão de compras do mês inteiro, e vocês verão como me superei!

Amanhã quero falar de um assunto importante e polêmico com vocês: porque comprar uma roupa baratex que não temos absolutamente nada para combinar com ela em casa, e depois ficar caçando o complemento que pode sair até mais caro??? Mais isso é assunto para o próximo dia, reflitam e deixem suas opiniões.

Bru

Por trás do armário: Dia 17

17 abr

Tão feliz no dia de hoje, minha mãe e meu irmão chegaram, e logo fomos bater perna no shopping e resolver cositas pendentes. Só para constar que tentamos ir na Forever 21 para mamãe conhecer e gente a fila lá não acaba nunca??? Estava lotado e a fila enorme… Acho que só volto lá no fim do ano.

Voltando ao assunto, para bater perna por aí precisava de um look confy e como a chuva e o frio deram uma trégua aproveitei para por pra jogo um tricô fino e aberto atrás e sapatilhas ❤

IMG_9555Tricô: Renner Calça: Zara Sapatilha: Zara Colar: Forever 21 Cinto: Renner

Tricô azul + calça camuflada azul = amor eterno!

O dia foi ótimo e rendeu bem, passear com mamãe é sempre legal! Eu amo essa calça o camuflado dela é bem escuro e disfarçado, nada daquele verdão tradicional, foi amor à primeira vista, e consigo boas combinações com ela, desde as mais informais as mais produzidinhas com um belo salto. Calça coringa.

E o tricô bem colorido mostra que não é porque o dia tá meio cinza que temos que nos vestir de preto e cinza também né?

– O cúmulo da força é fazer tricô com a linha do trem. –

Por trás do armário: Dia 15 e 16

16 abr

Não pensem que esqueci do dia 15, foi que ontem depois de uma maratona incrível pelas ruas chuvosas do rio, confesso que depois de uma deliciosa massagem no W SPA e um almoço com as amigas, cheguei mortinha da Silva e não consegui postar. Mas antes tarde do que nunca, né não?

Ontem estava muito frio, para os meus padrões, e eu já sabia que sairia bem cedo e voltaria bem tarde, então como odeio passar perrengue me fiz valer de novo do combo legging e moletom, mas agora a legging era de veludo e o moletom tinha detalher de veludo também. Foram mais duas peças que desentoaram do armário desde a última viagem, já que no ano passado não tivemos inverno no Rio.

Para complementar a minha botinha nova, que comprei quando ainda estava fazendo o maior calor, mas que foi amor assim que vi. Ainda bem que fui com ela, senão teria perdido qualquer sapato que calçasse. Ufa!

DESAFIO-DIA-15 DSC_1871

Moletom: Zara Legging: Joe Fresh Bota: Riachuelo

(Desculpem pelas fotos, ainda não sou boa em tirar no timer, não achei a posição certa e nem o lugar da casa, e as poses ficaram ridículas, kkkk, e a blusa cobria sim o bumbum, porque meninas é erro inadmissível usar legging com blusa curta aparecendo o bumbum viu?! Isso aí não pode mesmo.)

Look bem sóbrio né? Mas achei charmosinho pelos detalhes, o moletom era bebem arrumadinho e a legging deu um mini glam, e o melhor é que era bem quentinho, então aguentei das 8 as 22h bem confortável.

Contrariando tudo isso, aqui hoje continuou frio, mas parou de chover, eu fiquei o dia inteirinho em casa e só saí para coisas básicas como padaria, supermercado e farmácia, então nada de tão elaborado né?

Para espantar o dia cinza e tedioso escolhi um vestido mega encalhado no guarda-roupas para dar uma alegrada no dia, esse floral longo, encalhado mas amo! E já que não estava chovendo e era rapidex dava para ir de rasteirinha sem correr o risco de perdê-la por ai.

picstitch

Vestido: C&A Rasteirinha: Andarella

Olha gente, como esfriou estou achando o desafio bem mais tranquilo, afinal as roupas de inverno eu usei beeeem menos que as de verão, então por consequência enjoei menos delas também e não esgotaram tanto as minhas possibilidades de combinações. Até agora não usei muito a criatividade né? Fui no básico do básico, talvez porque eu não tenha precisado ainda! Veremos daqui uns meses…

Mas confesso que a mamãe chega amanhã e já estou louca para atacar a mala dela e usar umas petinhas diferentes!!!!

– Moletom nem sempre é sinal de derrota! –

Por trás do armario: Dia 14

14 abr

Nossa meninas, como passa rápido, já estou no dia 14 do desafio, e hoje conforme prometido começo a mostrar os looks usados diariamente e posts específicos do desafio.

Hoje caiu a maior chuva aqui no Rio e para resolver serviços burocráticos – Ok! Fila de banco chata – fui no básico: legging, camisetão cinza mescla e minha bota amada guardada há 1 ano literalmente.

foto 2

Blusa: Joe Fresh Legging: Issa London para C&A Bota: Zara Lenço: Riachuelofoto 3-11 foto 1-10

Delícia e confortável, peças básicas assim tenho aos montes no guarda-roupas (e por trás dele também), sempre que vejo baratex em uma promoção compro, como essa legging que paguei R$19,90. O lenço charmoso e colorido deu mais calor ao dia tedioso.

O segredo aqui é a bota, como chove muito aqui no Rio a bota tem um de galocha, apesar de ser de couro por dentro é envernizada por fora, assim não fica toda ensopada por dentro quando enfrenta o têmporal. E para guardá-las coloco bastante jornal dentro para que elas não amassem e guardo em um lugar mais arejado e de pé. Desse jeito não deforma e nem dá fungos.

Os posts do desafio serão quase sempre assim, pela noite e bem rapidex! E essa semana teve uma compra booooa e uma compra que não foi compra. Não entendeu?? Já já conto para vocês.

– Botas… As botas apertadas são uma das maiores venturas da terra, porque, fazendo doer os pés, dão azo ao prazer de as descalçar. –  

(Machado de Assis)

Desafio: Por trás do armário

4 abr

20391473

Passei muito tempo refletindo sobre o que era realmente necessário e o que era extremamente supérfluo na vida, e acabei entendendo que muitas vezes compro algo porque sequer consigo me lembrar que já tenho aquilo (foi assim com o tricô brilhoso da MOB, na conseguia lembrar de jeito nenhum, mas tinha a impressão ter aquilo sabe), quando percebi isso me assustei.

Realmente precisamos de 15 tricôs aqui no Rio de Janeiro? Ou daquelas 5 jaquetas de couro maravilhosas? Para você que nunca vai à praia biquini é realmente peça que tem que ter mais de 3? E os sapatos… Além dos essenciais você realmente precisa ter 20 sapatilhas? Você é uma centopéia?

Já percebeu que se você analisar bem talvez ainda não tenha um estilo definido, você compra um pouco de tudo e acaba não tendo nada. Ou compra muito de tudo e acaba realmente tendo tudo, e muito mais do que precisa bem aí escondido no armário.

Vivemos em uma época que a informação chega muito mais rápida aos nossos olhos, e quase tudo o que vemos queremos, mesmo que talvez aquela sainha não fique bem para o nosso corpo, mas a estampa era tão linda… Quem nunca se pegou pensando assim? Ou ainda o famoso só tem 36 mas visto 38, vou emagrecer e logo logo vai caber. Tenho inúmeras roupas nessa situação.

Além disso, estamos vivendo em uma era de mudanças a 220 km/h, onde o consumo foi ampliado em todas as classes, e não só de moda, mas de utensílios domésticos, carros, eletrônicos, tudo é urgente, tudo é para ontem, senão fica boçal e so last season já amanhã. Vemos isso com a quantidade de semanas de moda, com o lançamento anual de iPhones, de mudanças em design dos aparelhos e sistemas operacionais. Os produtos mais acessíveis transformaram os consumidores, tudo anda mais acessível para todo mundo, pelo menos há modos de acessibilidade.

E ai, se você não tem muito auto controle, já era, saca o cartão – que não dói tanto quanto tirar dinheiro vivo da carteira, pela ilusão no cérebro que ele causa, comprovada pelos médicos – divide em 10x e pronto, já sai feliz com a peça nova adquirida. Usa 5 vezes ininterruptas e tcharam: ela já fica jogada lá pelos cantos.

Vi muito isso na inauguração da Forever 21 e em todo o buxixo que ela ainda anda causando pelo Rio. Claro que amo comprar e comprar barato, mas quando fui pagar fiquei meio atordoada ao ver que pessoas compraram ali R$3.000, o que no meu ponto de vista dava para comprar quase que a loja toda. Também me assusta que as pessoas ainda estejam enfrentando filas de 2h para entrar e 2h para pagar, como se a loja estivesse na promoção, dando de graça os produtos, ou fosse temporária. Não! A loja não vai sair de lá! E não ninguém está tão sem roupas que necessita daqueles R$3.000 em peças que comprou em uma noite, desesperadamente, e na euforia da hora não refletiu bem.

Mas claro, cada um sabe onde coloca o seu chapéu, cada um sabe exatamente quando o calo aperta e o tanto que pode ser gasto, talvez possa se arrepender depois, mas sabe o que está fazendo, ao menos assim esperamos, e eu não estou aqui para julgar o modo de consumo de ninguém. Confesso que já passei maus bocados tentando compensar outras frustrações nas compras, e isso só me fazia ficar ainda pior. Também vejo amigas fazendo isso e talvez não estejam vendo o buraco em que estão se enfiando. Não, comprar não é solução para nada além do que a falta de roupas/sapatos/acessórios.

Aqui em casa estamos em uma fase de investir no futuro, em projetos novos, então quanto mais engordar o porquinho melhor será, esse é o nosso objetivo, e olhando bem para tudo o que tenho, percebo que os básicos já tenho, e como diz minha amiga Nanda, dá para passar um bom ano com tudo isso. Claro que sempre vai rolar vontade de comprar mais uma camiseta branca, ou comprar loucamente aquela coleção especial, aquela estampa tem que ter do momento, mas na verdade na verdade é que nada disso é tão necessário a ponto de ficar muito mal sem, e que se conseguir controlar todas as outras mil coisas que quero comprar impulsivamente, dá sim para comprar aquela bag desejo, aquela estampa super bacana que acabou de sair, sem explodir o orçamento, e sem prejudicar o projeto futuro tão desejado.

E foi depois de pensar meses sobre o assunto que finalmente saiu esse post e esse desafio 1 ano convivendo com o que tenho no armário, descobrindo aquela peça caída por trás da gaveta – daí o nome do desafio “por trás do armário” – não é um desafio de não comprar nada por um ano, não entendam assim,  eu seria muito pretensiosa, é uma promessa de usar 100% o que eu já tenho e comprar muito pouco, quase nada. Quero entender melhor meu estilo, eliminar peças jamais utilizadas ou que não combinem em nada comigo (sim tenho muitas), utilizar aquela que já foi amor para toda a vida, mas que de uma hora para a outra ficou jogada, descobrir aquele sapato confortável e aquele que mata o pé, e assim diminuir drasticamente o meu consumo. Vou comprar somente o que achar extremamente essencial e não mero modismo, ou um modismo beeeem baratinho, e mostrar todas as compras para vocês.

Para dar uma agitada no desafio propus um desafio dentro do outro, semanas temáticas: saias, longos, filmes, estampas, e o que mais a minha imaginação e a de vocês permitir. Por isso já podem mandar as sugestões aqui pelos comentários ou por email, quem sabe não ajudo você a usar aquela peça problema aí do seu armário e você descobre junto comigo?

Tudo será devidamente fotografado, e além dos nossos posts normais diários teremos um post a mais sobre a combinação usada no dia. E além disso os posts do desafio virão recheados de dicas sobre consumo consciente, quais peças básicas tem que ter, como usar, como conservar, onde economizar, além é claro dos perrengues que vamos passar juntas.

Comecei o desafio dia 01 de abril, mas como fiquei doentinha nos últimos 3 dias não saí de casa e não tive o que fotografar, então os posts do desafio começam na próxima segunda.

Conto com vocês, o blog não será monotema no desafio, vamos continuar com a programação normal, mostrando as novidades e lançamentos do mundo da moda e beleza, além claro dos nossos restaurantes e passeios que amamos. Então podem continuar acompanhando, hein?!

Tomara que curtam essa nova fase, e já aviso, no final do 1 ano terei uma mega novidade para contar!!!! (1 ano de curiosidade… kkkkk) E aí estamos juntas nessa? Me ajudam??

Love.

Bru