Tag Archives: maceió

Maragogi

13 fev

No último dia de Alagoas, percorremos a distância mais longa, e para isso reservamos um dia inteiro, fomos a Maragogi, uma praia paradisíaca, com algumas piscinas naturais deslumbrantes, um Caribe brasileiro.

Maragogi fica mais longe de Maceió, onde era a nossa base, e só vale a pena ir se a maré estiver bem baixa na hora em que estiver lá, porque senão as piscinas naturais somem e as lanchas e barcos são proibidos de chegar até lá. Aliás, Alagoas inteira é meio que nesse esquema, quanto mais baixa a maré mais bonita a praia fica.

Chegamos lá e foi meio apavorante, algumas motos, literalmente, nos perseguiram para vender o passeio de barco, ficamos com medo, até perceber que aquilo é prática comum do local, então fica a dica.

Estacionamos na praia e como chegamos bem em cima do horário do pico da maré baixa demos preferência em pegar uma lancha e ir mais rápido até as piscinas naturais, o que para mim percebi um tempinho depois não foi boa alternativa, já que a bendita bate muito no mar e acabou com minha coluna.

Antes de chegar nas piscina o piloto (?) parou em um banco de areia formado pela maré baixa bem no meio do mar, achei incrível ter uma praia rodeada por água de todos os lados. Fiz um vídeo para vocês:

foto 1

foto 3

Simplesmente fiquei encantada com a praia e não queria sair dali, nadar com peixinhos? Que nada, queria mesmo era tomar sol bem no meio do mar. Mas… Fomos em rumo as piscinas naturais e seus muitos corais enquanto ainda dava tempo.

foto 4Os corais são enormes e impressionam

Chegando lá achei bonito, a maré já tinha subido um pouco então os corais não estavam expostos, mas alugamos um snorkel e deu para ver tudo muito bem, a água, apesar de bem remexida pela quantidade de gente, estava com uma boa visibilidade. Mas confesso que tive uma decepção.

Todo mundo falava tanto de Maragogi, tão bem, mas confesso que preferi a vizinha Porto de Galinhas/PE, a diferença, vi pouquíssimos peixinhos, eles realmente só vinham quando os guias davam pães ou biscoitos aos bichinhos, não eram inúmeros e espontâneos como nas vezes em que mergulhei em Porto. Em Maragogi, em meio aos corais, o que vi mesmo foram inúmeros ouriços, e alguns poucos peixes.

DSC02619

Fora isso Maragogi não tinha mais nada. Será que não achei direito?? Porto de Galinhas era muito mais aconchegante. Ficamos um pouco na barraca sob o sol e logo decidimos voltar para Maceió e almoçar por lá mesmo. Acho que dei azar né?

Visitei um restaurante bacanérrimo chamado Divina Gula.

foto 5 foto 4-1 foto 3-1 foto

Comida boa, carne de primeira e acompanhamentos TOP (pedimos picanha argentina e pão de alho), o lugar é muito agradável, tem um jardim nos fundos, com alguns animais, uma delícia almoçar ali e passar o fim de tarde. Se estiver em Maceió vale a pena a visita.

No último post sobre Maceió esqueci de contar que pela noite jantamos na Pizzaria Armazém Guimarães, que foi eleita a melhor da cidade, dos mesmos donos do Maria Antonieta, e ao lado dele, que falei aqui. Achei muito legal, bem família, e um galpão enorme, com um excelente atendimento e pizza rapidinha.

Acabou o passeio, que pena, queria morar em Maceió… Agora é esperar a próxima trip!!

Love.

Bru

Anúncios

Alagoas: Litoral Sul

11 fev

Buscando indicações de Maceió e arredores antes de viajar tivemos a indicação de ir a Praia do Gunga para andar de quadriciclo pelas falésias. Olhando pela internet a praia parecia mesmo encantadora, com um rio por perto. Eu amei pela paisagem, o marido amou pela aventura de guiar o quadriciclo.

E lá fomos nós no nosso quinto dia de viagem para a Praia do gunga, que fica há 20 minutos de Maceió com estradas muito boas e bem sinalizadas. Antes de chegar à praia tem um mirante, de onde já podemos observar a maravilha que nos espera.

Descendo, achamos um estacionamento enorme e bem organizado, por R$10,00, mil barraquinhas de artesanato e coisinhas de praia, e muitas outras de comidas locais. Praia cheia, bem organizada e com muito agito, bem típico das praias do sul, pelo que pude perceber.

Logo procuramos o local para alugar os quadricíclos, bem novinhos, pagamos o valor de R$90,00 para duas pessoas por 1 hora, com um guia que vai em um outro. É caro sim, mas achei que a experiência compensou.

foto 4-8

O guia nos levou até as falésias, onde temos uma vista linda do mar, e que já foi locação para diversos filmes, o lugar é realmente muito bonito.foto 3-8 foto 2-7Olha a panorâmica que fiz do lugar ❤

Em seguida paramos no lugar onde o rio desemboca, água transparente e deliciosa para um mergulho, e para quem gosta ainda tem uma lama “medicinal” que o povo estava se lambrecando lá, rs.

foto 5-7 foto 1-8

Achei lindo e o passeio super divertido, dirigir um quadriciclo é bem bacana, principalmente com velocidade!

Voltamos do passeio e fomos em rumo à outro paraíso, a praia de Barra de São Miguel, mais precisamente paramos na barraca Praêro, vimos a bendita em fotos no desembarque do aeroporto, sabe aquelas barracas de praia branquinhas na beirada da àgua, era assim, eu dona encrenca quis ir conferir de perto o lugar e passar lá o dia do meu aniver, só curtindo o dolce far niente!

praêro2 praêro1

Chegando lá caiu um temporal, e nem deu tempo de tirar fotos do lugar, por isso peguei essas pelo facebook deles. Almoçamos para esperar a chuva passar, e a comida não foi muito legal, o escondidinho deles é bem diferente, parece que leva tapioca e leite de coco, não gostei, o marido pediu um de carne seca e disse que tava melhor, mas sei lá, a única coisa que curti foi um caldinho de feijão e a mandioquinha frita.

A praia é linda, mas a dica é se programar para ir perto da maré baixar, ela vai descendo e os arrecifes aparecendo, um fenômeno lindo de ser visto enquanto você aproveita o sol. E quando está bem baixinho os peixes aparecem ali a olho nú.

praêro foto 1-9 foto 2-8 foto 3-9

No começo não tinha gostado da praia e nem achado nada demais, mas quanto mais a maré baixava, mais apaixonada ficava pelo lugar. Água cristalina e quentinha me fizeram passar o meu dia submersa, só agradecendo a Deus por tudo, voltei para casa com a sensação de alma lavada e recomeço.

– Foi o melhor aniversário da minha vida. –

Alagoas: Litoral Norte

5 fev

No terceiro dia de viagem colocamos a viola no saco e fomos enfrentar uma estrada para conhecer a quinta praia mais bonita do Brasil, e ir parando pelo caminho para conhecer outras praias.

Saímos cedinho, e em 30 minutos já estávamos no primeiro paraíso, Ipioca, uma prainha aconchegante, com barracas em volta (mas nada muvucado e movimentado como a praia do francês), mar calmo, cinquenta tons de azul e verde, boa para sentar, refletir, ler um livro, estudar, ou seja, leve e relax total!

ipioca-alagoas-praiaipioca-alagoas-praia

Tinham umas casinhas pé na areia (casinhas modo de falar né gente, tudo de luxo e super bem decoradas) que eu desejei tantooooo passar um tempo perdida por ali!!!

ipioca-alagoas-praia ipioca-alagoas-praia

A praia seguinte teve um Q de aventura, meia hora para frente de Ipioca, com uma estrada bem ruinzinha, mal sinalizada (sim nos perdemos) e de terra em certa parte, encontramos a Praia do Carro Quebrado, chegando lá as dificuldades somem e você se encontra com falésias tão coloridas que vislumbram os olhos, um lugar extremamente encantador.

alagoas praia do carro quebradoalagoas praia do carro quebrado

O segredo é ir com a maré baixa, aliás a maioria das praias de Alagoas tem seus encantos revelados somente na maré baixa, quando é possível caminhar pelas falésias, parar nas cabanas, todas devidamente sinalizadas com um carro quebrado na frente, e tomar uma água de coco e ser feliz! Só não esquece de ir embora da praia antes da maré subir, caso contrário ficará preso por lá.

alagoas praia do carro quebrado alagoas praia do carro quebrado
Vale a visita se sua estada for longa, mas se tiver pouco tempo em Alagoas é preferível que vá a praia do Gunga, mais perto de Maceió e com falésias lindíssimas também, além de infraestrutura TOP (que vai ser assunto de outro post logo logo).

E por último chegamos na nossa praia destino Patachouma das praias mais bonitas do Brasil, mas para chegar é quase um teste de resistência, estradinhas bem ruins, sem sinalização e passando por dentro de alguns povoados.

alagoas praia do patachoalagoas praia do patacho

Então, se esse for seu destino se prepare bem, não há muitos postos de gasolina pela estrada e na praia não há nada, nada mesmo, aliás nada não, tem alguns coqueiros lindos e uma paisagem estonteante. Encha o tanque e prepare o lanchinho antes de ir para esse paraíso (sim, as dificuldades valeram a pena assim que colocamos os pés na areia).

alagoas praia do patacho alagoas praia do patacho

Gente, que delícia de passeio, os lugares que visitamos nesse dia foram realmente incríveis, só sentimos mesmo falta de infra-estrutura, tanto nas praias como nas cidades e estradas, mas toda vez que olhava para aquele mar lindo esquecíamos de todo o resto. Valeu a pena.

Quando chegamos em Maceió de volta fomos comer na melhor tapioca da cidade no calçadão da Jatiúca: a Maria Bonita, deliciosa,  nada de supreendente não, mas um pouquinho chato o assédio dos meninos pedintes do calçadão, mesmo depois de dar a tapioca que pediram continuavam batendo na nossa mesa.

maceió tapioca maria bonita maceió tapioca maria bonita maceió tapioca maria bonitaFonte: Internet

Agora o dia seguinte foi encantador e surpreendente… Aguardem!!!

Love.

Bru

Maria Bonita:  Av. Álvaro Ótacilio, Mix 10 Box 03, Praia de Jatiúca, Maceió-AL. Tel:(82) 8755-5556

Maceió: Dia 2

3 fev

No segundo dia em Maceió comecei o dia com uma corridinha esperta na praia de Pajuçara em frente ao meu hotel (aliás fiquei no Mercure de Pajuçara e super indico), uma das praias mais lindas da cidade, e com as famosas piscinas naturais que dá para ir de jangadinha, uma delícia.

praia-pajucara-maceiopraia-pajucara-maceio2

Logo depois, fomos em busca de uma das praias preferidas dos moradores da cidade, a Praia do Francês, com águas claras, quentes e calmas, é um lugar ideal para passar o dia mergulhada no mar e esquecendo da vida, mas a praia não é essa calmaria toda não.

praia-do-francês

Repleta de quiosques na beirada da praia, infra-estrutura super bacana e completa, é um agito total, música alta, stand-up paddle, surfe, bolha de ar, batidinhas e roscas! Uma praia movimentada e cheia de vida, então se quer paz, tranquilidade e sossego, lá não serve, passe para a próxima! (O litoral norte é o mais recomendado para você, mas não espere uma infra-estrutura boa assim).

praia-do-francês

Mas o fato é que a praia é encantadora, com acesso fácil partindo de Maceió, fica apenas 30 minutos de distância, no município de Barra de São Miguel, e uma estrada ótima, pista dupla e asfalto tinindo, garantia de viagem tranquila.

As águas cristalinas e quentinhas me fizeram ganhar o dia por ali, porque não tem nem como dizer que perdi o dia lá, foi um excelente abre alas de Alagoas.


praia-do-francêspraia-do-francêsO melhor suco de eabacaxi da vida

Passamos o dia inteiro na praia e quando retornamos a Maceió estávamos famintos e logo partimos para jantar, o restaurante escolhido foi eleito como o melhor italiano da cidade pela Veja Comer e Beber o lindo: Maria Antonieta.

maria-antonieta-maceió

O restaurante é aconchegante e super bem decorado (o banheiro é de cair o queixo e tem uma árvore enorme de ferro toda colorida e iluminada no meio do salão), fomos recebidos pelo Sr. Silvio, um capixaba super simpático, que nos apresentou o restaurante. O carro chefe claro é comida italiana, inclusive pizzas!

maria-antonieta-maceiómaria-antonieta-maceiómaria-antonieta-maceiómaria-antonieta-maceiómaria-antonieta-maceió

Contrariando ao que sempre digo aqui, dessa vez pedimos uma entradinha, a burrata tradizionale, que estava deliciosa e matou a minha vontade de um tempão de comer uma burratinha, e que eu esqueci de tirar foto…

Como prato principal pedimos um gnocchi tradicional de queijo e um ravioli di soghi (ravioli dos sonhos) um prato super tropical, ravioli verde com queijo mascarpone e catupiry, além de molho pomodoro e pesto e camarões enormes, o prato é delicioso e super colorido. Eu amei, está APROVADO!

maria-antonieta-maceiómaria-antonieta-maceió

Uma coisa que super nos surpreendeu começando por esse restaurante, mas depois percebemos que se aplica a maioria em Maceió, foram os preços em conta, no Maria Antonieta os pratos custam em média 40, 50 reais, preços praticamente inexistentes aqui no Rio.

O dia foi puxado e divertido… Mas ainda tem muita coisa por vir!! Fica colada aqui viu!

Love.

Bru

Maria Antonieta: Endereço: av. Dr. Antônio Gomes de Barros, 150, Jatiúca. Informações: 3305-4400

Tips Maceió: Imperador dos Camarões e Sorvetes Bali

27 jan

Depois de alguns vôos chegamos a Maceió nessa última sexta, com a diferença do horário de verão aqui eram 16h, e estávamos famintos, sem pensar muito e indo na opção mais próxima do hotel, mais especificamente ao lado, fomos ao Imperador dos Camarões, até mesmo por indicação dos atendentes.

Imperador-dos-camarões-maceióA  foto está noturna porque voltei pela noite para o registro =)

A casa é fofa e os pratos encantadores, mas o que me alucinou meus foi a enorme vista para o mar, e as enumeras tonalidades de azul que o mar forma aqui em Pajuçara, confesso que com isso o almoço ficou bem mais agradável.

Pedimos logo o prato principal, porque como já disse aqui dispenso as entradas e o couvert para não engordar muito desnecessariamente, e fomos pelo carro chefe da casa: Chiclete de Camarão.

Imperador-dos-camarões-maceióÉ simples e não tinha como ter erro camarão, 4 tipos de queijo (e um pouquinho de azeite de dendê que eu odeio, mas nem dava para sentir o gosto, foi usado apenas para dar uma corzinha no prato). E a textura fica como a de chiclete mesmo, por isso o nome…

Se não fosse bom o suficiente, ele vem acompanhado de arroz branco e uma batata palha feita por ali mesmo, super crocantes ❤ Yuuuumi!!

Imperador-dos-camarões-maceió

Ops! Sei que a foto do prato não é tipo linda, mas foi como consegui para mostrar a batata palha deliciosa.

Para acompanhar pedimos uma limonada com sprite e leite condensado, que estava divina. Depois da limonada da casa do Chicken-in essa foi minha favorita e super fácil de fazer repeteco em casa!!!

Imperador-dos-camarões-maceióImperador-dos-camarões-maceióImperador-dos-camarões-maceió

O restaurante é mesmo uma graça, e depois de almoçar, passeando pelo calçadão, descobrimos que ele tem uma filial pé na areia super legal, que tem realmente uma vista enorme do mar!

Imperador dos Camarões

Agora relevem a minha cara de casada e faminta, e em make, porque eu precisava muito mostrar essa cortina mara de fitas e miçangas, achei bem original, e deu uma cor linda ao ambiente!!!

Imperador-dos-camarões-maceió
O Restô foi APROVADO, o difícil vai ser resistir voltar lá outros dias, já que fica bem ao lado do hotel :/

E pela noite ainda teve sorvetinho, no eleito melhor sorvete de Maceió, o Sorvetes Bali…

Sorveteria Bali maceiósorveteria-bali-maceió bali-sorveteria-maceió(Fonte: Internet)

sorveteria-bali-maceiósorveteria-bali-maceiósorveteria-bali-maceió
Se passar pela sorveteria não deixe de provar os sabores de Blueberry, Tapioca e Graviola, os melhores sem dúvida. Os sorvetes levam pouquíssima gordura, por isso já vão logo derretendo, e os de frutas são cremosíssimos. Sem dúvidas que vou voltar muito por lá antes de ir embora né?

E assim terminou o primeiro dia da vaigem!!!

Love.

Bru

Imperador dos Camarões: Praia: Av. Doutor Antônio Gouvêa, 21, Pajuçara - Maceió/AL (82) 3327-5252
Restaurante: Av. Doutor Antônio Gouvêa,  607, Pajuçara - Maceió/AL (82) 3231-4134

Bali: Avenida Doutor Antônio Gouveia, 451, Centro, Maceió - AL (82) 3231-8833